Semp Toshiba modelo TV2122(O)FS U-19 - daqueles achados que emocionam!

Mais uma pescada no OLX: um TV Semp Toshiba TV2122(O)FS U-19 das antigas, bruta, feita pra durar por um sábio engenheiro numa empresa séria. Essa joia aí eu encontrei passeando pelos anúncios do site, de curioso. Me divirto bastante no OLX, assim como já me diverti muito no Mercado Livre - que morreu, na minha opinião, depois de tanta treta e acréscimos.

O defeito dela é um clássico: listras na parte superior da tela. Quem é raiz já dá orçamento sem sequer abrir o aparelho porque não tem erro: é sempre a mesma coisa. Ainda não vi nenhum televisor com esse sintoma apresentar outro tipo de defeito além daquele capacitor eletrolítico ali do vertical. É claro que você vai verificar todo o setor para garantir que nada mais está fora do comum, mas o que vai resolver o problema de vez é a troca desse carinha. Geralmente é um eletrolítico de 100uF, mas podem ocorrer variações de modelo para modelo, de marca para marca... O ideal é fazer o serviço direito e já conferir se tem solda quebrada ou em processo de quebrar, se há algum outro eletrolítico com problemas (que dê pra visualizar: estufado, vazado, etc), dar aquele talento na poeira e não ser chinelão. 

Para minha feliz surpresa, não há qualquer sinal de que o aparelho já tenha sido reparado nesses anos todos de vida. Nenhuma solda nova, nenhuma marca de chave ou coisa assim. Os parafusos do gabinete pareciam novos, tive que fazer força pra dar o primeiro giro: torque de fábrica. Fiz a troca do capacitor (100uF x 35V), reforcei a solda num resistor de HV que estava quebradiça devido ao tempo de uso e o aquecimento natural do componente, limpei a placa toda e o gabinete por dentro. Deixei o TV ligado por cerca de três horas e a imagem surpreende em qualidade! Só vi qualidade de imagem igual aos tubos em plasma ou esses novos LCD 4K fodidos de caros e descartáveis. Mais um TV livre do consumismo disparado! Tenho outro TV de tubo em casa, um CCE excelente também 21" tela plana - que uma única vez apresentou oscilações nas cores e que resolvi com simples ressoldas! - e não pretendo mudar para o LCD enquanto houver tubos no mundo!

A barbada: paguei $40 nesse aparelho, troquei um capacitor de $0,50, ressoldei um resistor e limpei tudo em menos de uma hora. Quanto você acha que um técnico de eletrônica me cobraria para fazer o mesmo? Se é que faria, porque os novos técnicos são os famosos troca placa, ou com isso aí não mexo. Falta cortesia, paixão pela área, ética e muitas vezes, conhecimento.

Acabei não tirando fotos dela desmontada, nem suja nem limpa e tenho preguiça de desmontar de novo. Quem sabe daqui uns quinze anos eu abra ela de novamente : )






Buenas!


Quatro meses após a última postagem por aqui, volto para dizer que muita coisa aconteceu nesse meio-quase-muito-tempo. Saí do meu emprego estável como subgerente de filial de uma grande rede de farmácias do Rio Grande do Sul que já tem o pé em todo o Sul e que já conquistou São Paulo. A mesma rede é varejo de uma gigante distribuidora de medicamentos nacional com um Centro de Distribuição padrão suíço, com ética e valores sem precedentes para uma empresa (nacional) desse porte e sim, um exemplo a ser seguido. Aprendi muito nesse último trabalho, só tenho a agradecer.

Nos últimos quatro meses tenho me dedicado integralmente ao não tão novo negócio de família: O Bistrô Delivery Dona Osmarina - oh fuck yes: provavelmente o primeiro bistrô virtual delivery do mundo! Começou tímido, lá em 2016, ainda sem a pegada low carb & gluten free. Mas desde a minha viagem exploratória que saiu do Sul e foi parar em Minas Gerais - quase 6000 km percorridos em 13 dias num Onix branco hiper valente e energeticamente eficiente - essa fome de trabalhar com o que a gente mais ama - comidas e bebidas - ficou mais forte ainda. Então, desde março estou nessa. Adorando tudo, gerenciando novas metas, vivendo experiências únicas e tornando a vida das pessoas melhor e mais saudável. E também, de quebra, tornando o planeta mais viável e melhor com as políticas de sustentabilidade do Dona Osmarina.

Por essa razão e por outras tantas, que o diyPowered foi ficando mais devagar. Mas projetos sempre vão existir e virão pro site, com certeza. Provavelmente nas próximas semanas, teremos o projeto mais recente publicado aqui: um mini sistema de automação de irrigação de uma horta suspensa. Sim, temperos, ervas e especiarias do Dona Osmarina. Um toque de tecnologia raiz no mundo retrô do Osma cai como uma luva: tudo muito sustentável, vou finalmente conseguir colocar em prática meus projetos e ideias com fontes solares e eólicas!

Buenas, então!

Staner Equaleasy 15 bandas 2/3 de oitava rack - uma peça de respeito!

Faz tempo que nada vem pra cá. É que tem alguma coisa se movendo no universo, projetos paralelos... Mas nesse meio tempo, tive o prazer de pegar nas mãos e testar essa relíquia da Staner. É um equalizador de 15 bandas 'padrão rack' com acabamento muito bem feito, sem frescuras, e arquitetura impecável. Não preciso dizer muita coisa, é um Staner das antigas. Se baseia no NE5532 - o cara - e possui potenciômetros originais. Nunca foi mexido, nenhuma manutenção, nenhuma solda refeita, nada. Que coisa, não?

A qualidade de som que ele é capaz de entregar, só ouvindo de perto pra entender do que estou falando. Obviamente que o gabinete está riscado, claro: foi utilizado em rack, retirado algumas vezes, recolocado... Mas será que um Behringer moderninho aguenta tantos anos sem NENHUM defeito como esse carinha aí?! Embora eu seja muito fã da marca, tenho cá minhas dúvidas. E quando eu falo aqui no site sobre coisas que eram feitas para durar, é sobre isso que eu me refiro.

No mais, algumas fotos dele pra perpetuar esse momento. Ah, depois de limpar tudo e revisar - claro que nada tinha a fazer - vendi. Sim, vendi.