Endereço restaurado, agradecimentos e boas novas a caminho!

Após um longo período utilizando endereço temporário - e causando muitas dúvidas a respeito da continuidade do diyPowered, visto que muita gente não encontrava mais o site - finalmente consegui uma hosting para hospedar os serviços novamente. Dessa vez, com a promessa de mais rapidez e até um SSL para ficar debochado. 

=]


A última hosting encerrou os serviços gratuitos que seriam para sempre e me deixou na mão com um monte de funções... Por isso até o diyPowered caiu. Agora é seguir testando essa nova network e torcer para não dar pau de novo.

Gostaria de deixar registrado meu agradecimento particular a todos os que acompanham o site e que me procuraram para saber o que estava acontecendo com o diyPowered, se fora encerrado ou não. Esses feedbacks só vem a somar e acrescentar mais vida e pureza ao diyPowered, que se cerca de boas pessoas e fiéis aficionados por eletrônica e projetos. Porque o propósito do diyPowered nunca foi fama, holofotes, lucro ou coisas do tipo. Tudo começou há muito tempo como uma forma prática de registrar projetos pessoais e ideias, sem qualquer cunho comercial ou profissional. Era meu diário de bordo, nada mais. Com a chegada do site como ele é hoje e o formato que assumiu, naturalmente atraiu pessoas afins e ainda assim, manteve sua essência. Quem sabe dia desses gravo um vídeo a respeito dessa história?!

Ao citar nomes em agradecimento, corro o risco de ser injusto com alguns. E é por essa razão que agradeço coletivamente a todas as manifestações recebidas.

Vida longa ao DIY!

Vlog - LED sinalizador para alarme, opinião Stetsom Moto Triplo I e domínio diyPowered

Em novembro de 2018 a minha Ténéré completa seu primeiro ano de vida e com ela, também um ano de uso do alarme da Stetsom. É bom? Funciona mesmo? Como não havia instalado essa central full ainda, por conta da garantia de fábrica da moto, registrei algumas fotos da instalação final de todos os sensores do módulo e registro a minha opinião a respeito do produto.

Não necessariamente nessa ordem, também falo sobre o circuito base do sinalizador de alarme para casas ou veículos que servirá de estímulo para novos projetos de segurança e sobre o domínio do site, que passa por alguns inconvenientes.




Sirene (com fita isolante para abafar o disparo
enquanto testava) e fio cinza da partida pelo controle **
** a saída de disparo para partida da moto é positivo, e como vi por aí as Yamaha (não necessariamente via de regra) requer pulso negativo para isso. Como não tinha um relé auxiliar para fazer a instalação, deixei em off por enquanto

Esse é o fio do sensor de ponto morto (N)


LED sinalizador de painel residencial ou automotivo com um transistor

Session.

Para não dizer que nunca falo em flores e circuitos simples, aqui está. Essa é uma ideia simples, barata e eficiente para sinalizar alguma coisa. Um LED, um transistor, dois resistores e um capacitor. Nada mais. A ideia inicial era fazer com que esse LED funcionasse com centrais de alarme que não possuem saída para LED de sinalização, mas acabou se tornando base para inúmeras aplicações práticas, como alarme fake para residências. 

Para uso como fake em residências, basta montar tudo numa caixinha plástica dessas Patola, montar uma fonte AC sem trafo e ligar diretamente na rede elétrica. Também é possível domar o projeto utilizando um LDR para que o LED somente venha a piscar com o entardecer, de forma automática. Outra sacada é utilizar como fake em motos e carros sem alarme, utilizando um simples gatilho de pós chave com um transistor polarizando. Simples e eficiente!

Aproveitando, vou postar mais tarde também - de forma sucinta - sobre a instalação do alarme Stetsom Moto Triplo I na Ténéré 250 2018, mas sem tutorial porque já existem milhares deles pela Internet afora.

Tem esquemático e tem vídeo, sim.